Kefir BR

Kefir BR

As bactérias probióticas que fazem bem

O nosso trato gastrointestinal é colonizado por diversas bactérias, que é chamado de “flora intestinal”. Esses microrganismos atuam em funções fisiológicas essenciais para nosso organismo.
É normal que em nossa flora intestinal nem todas as bactérias sejam benéficas. Um organismo equilibrado teria em torno de 85% de bactérias boas e 15% de bactérias ruins.
Entretanto, alguns fatores podem reduzir o número de bactérias benéficas e aumentar as bactérias ruins, como alimentação desequilibrada, estresse, uso de antibióticos com frequência e doenças.
Alimentos que contém bactérias vivas, como iogurtes e kefir, são probióticos. Eles estimulam a proliferação das bactérias benéficas em detrimento das bactérias prejudiciais, equilibrando a flora intestinal e reforçando os mecanismos de defesa do nosso corpo.

Três opções para consumo do leite fermentado.

ProbióticosPosted by Kefir BR Jul 17, 2016 10:26:26

Descobrir a forma que você mais gosta de consumir o kefir de leite é importante para aproveitar ao máximo os benefícios deste alimento probiótico. Você vai perceber que é um alimento muito versátil e você pode consumir de diferentes maneiras, fazer molhos para salada, bolos, sobremesas, cremes, queijinhos. O importante é usar a criatividade para aproveitar ao máximo e fazer receitas e pratos deliciosos.

OPÇÃO 1: leite fermentado puro ou com frutas

Depois de fermentado o leite kefirado já está pronto para ser consumido. Você pode optar por consumir ele puro mesmo ou ainda bater com alguma fruta, mel e/ou especiarias para saborizar.


Você poderá consumir o leite kefirado/fermentado batido com frutas. Ha possibilidade de mistura de diversos sabores. Ex: frutas vermelhas, maracujá, caqui, mamão, kiwi, coco. Misturas como morango e cubos de leite de coco congelados, banana congelada com manteiga de amendoim, maracujá com gengibre e hortelã são as combinações mais preferidas.

Pode optar por adoçar ou não, dependendo do seu paladar. Além do mais algumas frutas já conferem o sabor doce necessário. Aqui é importante você encontrar a mistura que mais agrade e diversificar sempre, para obter sempre um sabor novo e também uma fonte de vitamina e nutrientes diferentes.

Se você bater o kefir de leite com frutas congeladas a consistência fica muito parecida com um smoothie e é delicioso para dias quentes.

Outra opção ainda é utilizar este leite para fazer molhos para a salada. Substituir o leite na hora de fazer bolos e molhos em geral.

OPÇÃO 2: dessorar o leite fermentado

Outra opção é dessorar o leite kefirado, ou seja, separar o soro e isso muda totalmente a consistência.

É só colocar o leite fermentado (depois de retirar os grãos) em um coardo de papel (filtro de café) ou de pano e deixar dessorando dentro da geladeira. Aí, dependendo do tempo que você deixar dessorando você vai obter versões diferentes.

Em 8 horas você vai ter o grego de kefir, um iogurte mais denso. É um dos jeitos que eu mais gosto de consumir. Acho que a textura fica bem cremosa e dá para adicionar frutas, granola, fazer parfait. Enfim, servir como você serviria o iogurte grego. Normalmente eu misturo com frutas. Neste da foto foi amassado meio kiwi, adicionado ao kefir grego e na outra metade em pedaços intercalando com granola caseira.

Depois de 12 horas a consistência já é mais firme, similar ao cream cheese. E fica incrivelmente gostoso para comer com torradas, pães, crackers e usar em receitas.


Nesta consistência fica perfeito para fazer molhos para salada, adicionar mostarda e limão. Fica uma delícia. E Uma dica: picar meio pepino, algumas folhas de hortelã, dill (opcional), sal, pimenta, limão e um pouquinho de azeite e colocar 1/2 xícara de cream cheese de kefir.

Ainda, nesta consistência mais firme é possível fazer um queijinho temperado. É só colocar um pouquinho de azeite em um recipiente, colocar bolinhas de queijo modeladas com a colher, temperar com os temperinhos que você preferir (sal, pimenta, páprica, ervas em geral) e cobrir com azeite. Depois só guardar na geladeira e ir consumindo, na salada fica delicioso.

E, deixando entre 24 e 48 horas você vai ter um queijinho mais firme, que muito se assemelha a ricota, mas é mais saboroso na minha opinião. Para esse queijo eu gosto de fazer a segunda fermentação, que vou falar mais abaixo.

Ainda, nesta consistência mais firme é possível fazer um queijinho temperado. É só colocar um pouquinho de azeite em um recipiente, colocar bolinhas de queijo modeladas com a colher, temperar com os temperinhos que você preferir (sal, pimenta, páprica, ervas em geral) e cobrir com azeite. Depois só guardar na geladeira e ir consumindo, na salada fica delicioso.

E, deixando entre 24 e 48 horas você vai ter um queijinho mais firme, que muito se assemelha a ricota, mas é mais saboroso na minha opinião. Para esse queijo eu gosto de fazer a segunda fermentação, que vou falar mais abaixo.


E o soro que sobra? Bem esse soro nada mais é do que a proteína do leite (o famosos whey protein). Há quem consuma esse soro puro mesmo em substituição ao whey industrializado. Outra função ainda é adicionar um pouco (cerca de 1/4 de xícara) na hora do demolho de grãos e cereais, pois ajuda na liberação dos fitatos.

OPÇÃO 3: segunda fermentação

Depois de coar os grãos é possível ainda deixar o leite kefirado fermentar uma segunda vez. As bactérias e leveduras já presentes no leite fermentado vão continuar agindo e fermentando. É só colocar o leite fermentado em um recipiente, tampar e deixar fermentando (dentro de um armário de preferência, como fazemos com o leite e grãos).

Eu deixei fermentando mais 48 horas sem os grãos de Kefir e tive este resultado. O soro (kefiraride) se separou completamente da parte sólida (kefiran).


Enfim, existem muitas formas de consumir os probióticos. Vá testando, experimentando e usando a criatividade você vai achar a que mais te agrada e a melhor maneira de introduzir este alimento tão rico em sua vida!


Fonte: http://www.temperando.com/




  • Comments(0)//probiotico.kefirbr.com/#post68