Kefir BR

Kefir BR

As bactérias probióticas que fazem bem

O nosso trato gastrointestinal é colonizado por diversas bactérias, que é chamado de “flora intestinal”. Esses microrganismos atuam em funções fisiológicas essenciais para nosso organismo.
É normal que em nossa flora intestinal nem todas as bactérias sejam benéficas. Um organismo equilibrado teria em torno de 85% de bactérias boas e 15% de bactérias ruins.
Entretanto, alguns fatores podem reduzir o número de bactérias benéficas e aumentar as bactérias ruins, como alimentação desequilibrada, estresse, uso de antibióticos com frequência e doenças.
Alimentos que contém bactérias vivas, como iogurtes e kefir, são probióticos. Eles estimulam a proliferação das bactérias benéficas em detrimento das bactérias prejudiciais, equilibrando a flora intestinal e reforçando os mecanismos de defesa do nosso corpo.

Como cultivar o Kefir de leite

ProbióticosPosted by Kefir BR Jul 12, 2016 14:20:55

Os grãos de Kefir de leite são brancos e constituem uma cadeia de bactérias e leveduras que tem a aparência muito semelhante a uma couve flor. Quando bem cultivados produzem uma rica bebida probiótica e continuam crescendo indefinidamente.

Preparar o Kefir de Leite é muito fácil. Os grãos são cultivados leite, seja de vaca, cabra ou ovelha. As bactérias e leveduras presentes nos grãos metabolizam o açúcar do leite, ou seja, a lactose, reduzindo a caseína, albumina, além de sintetizar o ácido lático, a lactose e outras enzimas. Também modificam os sais de cálcio, que se tornam mais fáceis de serem absorvidos pelo organismo humano. O leite de Kefir é composto por um conjunto de microorganismos benéficos, repleto em vitamina, aminoácidos e enzimas.

Quando fermentado pelo Kefir o leite se assemelha muito ao iogurte que conhecemos, no entanto é nutricionalmente mais rico, com menos lactose e repleto de probióticos. São mais de 30 tipos diferentes de lactobacilos, incluindo Lactobacillus bulgaricus, Streptococcu thermophilus, Lactobacillus acidophilus e Lactobacillus casei.



Primeiro você precisa dos grãos. Conforme você cultiva, os grãos irão crescer e se reproduzir, e você poderá também doá-los. O Kefir de Leite se reproduz sintetizando o açúcar presente no leite, ou seja, a lactose. O ideal é usar leite integral de boa qualidade. Se você tem acesso a alguém que vende leite fresco, melhor ainda!

Além dos grãos e leite você irá precisar de um recipiente de vidro para fermentar os grãos, um pano estilo voal ou gaze, uma peneira e um recipiente para armazenar o seu leite já fermentado.



Além dos grãos e leite você irá precisar de um recipiente de vidro para fermentar os grãos, um pano estilo voal ou gaze, uma peneira e um recipiente para armazenar o seu leite já fermentado.

Em um recipiente de vidro bem limpo coloque o leite.

Adicione os grãos de Kefir – cerca de 2 a 3 colheres (sopa) para cada litro de leite.

Cubra com um papel toalha ou um pano estilo voal (gaze ou fralda funcionam bem) e prenda com um elástico e deixe fermentando entre 12 e 48 horas em temperatura ambiente.

* Importante salientar aqui que, quanto maior a temperatura ambiente mais rápido irá fermentar e, ainda, que quanto mais tempo fermentando mais ácido ficará. Faça suas experiências e veja qual o melhor método (tempoXquantidade de grãosXtemperatura) é melhor para o seu paladar. Pode ser que em temperaturas mais quentes 12 horas seja o suficiente.

Depois de fermentar, coe os grãos de kefir. Armazene o leite fermentado em um recipiente com tampa (por até 3 dias sob refrigeração).

Retorne os grãos para um recipiente limpo com leite para reiniciar o processo.

Tampe com uma gaze, fralda, voal ou papel toalha e guarde em um cantinho do seu armário.

Depois de fermentado entre 12 a 48 horas, coe e reinicie o processo.

Depois de coado o leite de kefir, também chamado de iogurte de kefir, deverá ser armazenada em um recipiente devidamente tampado, na geladeira.

Agora é só consumir o kefir puro ou pode-se, ainda, bater com frutas diversas e de acordo com o seu gosto. Ainda há outras possibilidades, dessorar para deixá-lo mais consistente estilo iogurte grego.

Teste várias combinações de quantidade de grãos, quantidade de leite, tipo de leite e tempo de fermentação para chegar ao Kefir que mais agrade o seu paladar.

Não é necessário lavar os grãos entre um cultivo ou outro, mas recomenda-se fazer isso uma vez na semana ou a cada duas semanas. Não será necessário lavar os grãos.

É normal que, quando for coar o Kefir, você note a presença de uma espécie de viscosidade, isso é totalmente normal, e os cientistas chamam essa “liga” que se desprende de Kefiran, que é altamente benéfico e está associado a propriedades anti-cancerígenas. Por isso evite ficar lavando!

Para cada litro de leite recomenda-se usar cerca de 2 a 3 colheres (sopa) de grãos de kefir. Se usar mais o processo de fermentação será mais acelerado.

Depois de fermentado, o leite fica mais grosso, na consistência de iogurte.

Pode acontecer durante o processo de fermentação a separação do leite e do soro, se isso acontecer não se desespere é totalmente normal. Misture tudo e coe normalmente.

A coloração normal dos grãos é mais branquinha, se você encontrar algum mais escuro ou amarronzado, descarte!

Nunca consumir o kefir que apresentar gosto ou cheiro estranho. É normal um sabor um pouco mais ácido, mas nunca cheiro e gosto totalmente desagradável.

Conforme o seu Kefir for aumentando, guarde uma porção no congelador e doe o excedente!


Fonte: http://www.temperando.com/

  • Comments(0)//probiotico.kefirbr.com/#post67